Total de visualizações de página

Olá...
Observe, navegue, leia, e poste suas considerações.
Se quiser postar poemas, aceito...agradeço...
Um abraço
Rosana

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

PREVISÃO PARA O ANO DE 2010




Previsão para 2010.

A partir de janeiro de 2010 receberemos todas as vibrações boas no ano novo.
Todos os nossos desejos se realizarão e todas as nossas necessidades serão completadas.
Nossa vida seguirá um fluxo tranquilo, sem discórdias e com muita prosperidade.
Nossos amigos serão muito mais felizes e a nossa amizade crescerá, nos tornando mais humanos e menos egoistas.
Os bens materiais nem terão importância, pois nada nos faltará.
Nossa saúde estará perfeita, com energia pra seguir o ano novo.
Nossos corações estarão plenos, cheios de tolerância, carinho e amor, recebendo o mesmo da nossa cara metade.
Nosso amor a Deus será tão intenso e fervoroso que a nossa fé moverá montanhas.
É...É exatamente assim que vai ser o ano de 2010.
É essa a minha previsão.
E eu sempre acerto!

sábado, 12 de dezembro de 2009

MINHAS FORMAS DE AMAR




Minhas formas de amar

Amo...amo sim
Com toda a intensidade
Amo acordar preguiçosamente
Amo escutar os pássaros lá fora
Amo tanto viver...
Vivendo aprendi a amar de diversas formas
Amo a família reunida à mesa no domingo
Amo as brincadeiras do meu irmão
Amo o sorriso do meu pai
Amo ...amo intensamente
Amo a simplicidade dos meninos
Que não vêem maldade em nada
Que também amam esta ‘’tal liberdade’’
Amo a honestidade diante dos meus olhos
Que sempre apresenta nos olhos do meu companheiro
Amo...amo tanto
Amo a determinação do meu filho
Amo a justiça e ponderação do outro...
Amo a alegria da minha netinha
Amo as letras dos meus poemas
Que exibem toda a emoção do meu coração
Como é bom amar
Amar o amigo por ele ser sincero
Amar a amiga pela conversa boa que temos
Amar as flores por elas demonstrarem a beleza da natureza
Amo a chuva, o sol, a lua...
Amo tudo isso e muito mais
Amo cada partícula de todos os seres
Porque todos me levam a um único destino
O destino que é somente amar...

CREPÚSCULO


CREPÚSCULO



O crepúsculo acontecido
Desvenda também um perigo
Avisa que a dor existiu
Mas que o sonho não partiu
Mostra que amanhã será dia
Que o sol também irradia
E com ele a esperança
A vontade se alcança
De ter uma mão pra segurar
Um sonho a realizar
Portanto, não vou chorar
Quero sorrir...
Aurora acontecerá
O amor de verdade chegará

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

SEM RUMO




O caminho da minha vida
Segue sem rumo
Descendo à profundos precipícios
Subindo os mais altos picos
Sigo sem destino
Onde o mar da vida me leva
Procurando não sei o quê
Desejando chegar não sei onde
Dispersa e cambaleando
A vida me leva ali adiante
Onde cada passo é uma vitória
Porque ainda consigo caminhar
E ela, a vida, me leva
Me empurra pro futuro
E eu, aguardando quem me dê um rumo...

A PROCURA




Os passos que dou
Sozinha sem sombra
As vezes só a sombra segue
Cambaleia nos atalhos de pedras
Se arranha nos espinhos
Se fere nos tombos
Mas levanta e se apruma
Pega a dignidade que ainda tem
Respira profundamente
E segue novamente
Gemendo as vezes
Chorando também
Minha sombra não desiste
Caminha
Segue
E ainda achará um Oasis
Onde poderá mergulhar
Nas águas profundas da vida
E se deliciar nos braços do amor
Que ainda sonha em encontrar.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

NAO ME DIGA ADEUS, DIGA ATÉ BREVE!!




Não me diga adeus...
Diga até breve!

Não me diga adeus porque não desisti...
Ainda insisto no meu caminho
Porque o Sol ainda brilha
O mar ainda vive
O céu ainda tem estrelas
Não me diga adeus
O tempo não parou ainda
O dia amanhece sem problemas
As flores continuam a abrir
As bocas ainda se alimentam
Os corações ainda batem
E... a esperança ainda vive
Não desisti!!
Persisto!
Insisto!
Não me diga adeus...
O amanhã existe
Assim como a minha esperança
Mesmo que triste
Aguardo pacientemente
O Sol brilhar pra mim
E pra você também...
Não me diga adeus ainda
O amanhã me espera
De braços abertos
Com fogos de artifícios
Com tapete de flores
Com lençol de seda
E noite cheia de amores...
Não me diga adeus
Diga ''até breve''...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

AMOR MADURO



Foi numa tarde que acordei do torpor
Que acordei daquele sono profundo
Onde a madrugada fria calou-se
Perdeu-se o magia do desencanto
Rompeu-se a aurora do acalanto
Os desejos se tornaram verdadeiros
O esconderijo foi descoberto
O sol irradiou luz ao meu peito
A aurora tomou lugar da saudade
Minh’alma escancarou num sorriso
Transgredindo regras e comportamentos
Abrindo um caminho para o sonho
Transformando todo ser inacabado
Em corpo e alma transbordante de amor
Transformando a utopia de amar
Em amor desejado e maduro

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

MEU JEITO DE AMAR




Amo...amo sim
Com toda a intensidade
Amo acordar preguiçosamente
Amo escutar os pássaros lá fora
Amo tanto viver...
Vivendo aprendi a amar de diversas formas
Amo a família reunida à mesa no domingo
Amo as brincadeiras do meu irmão
Amo o sorriso do meu pai
Amo ...amo intensamente
Amo a simplicidade dos meninos
Que não vêem maldade em nada
Que também amam esta ‘’tal liberdade’’
Amo a honestidade diante dos meus olhos
Que sempre apresenta nos olhos do meu companheiro
Amo...amo tanto
Amo a determinação do meu filho
Amo a justiça e ponderação do outro...
Amo a alegria da minha netinha
Amo as letras dos meus poemas
Que exibem toda a emoção do meu coração
Como é bom amar
Amar o amigo por ele ser sincero
Amar a amiga pela conversa boa que temos
Amar as flores por elas demonstrarem a beleza da natureza
Amo a chuva, o sol, a lua...
Amo tudo isso e muito mais
Amo cada partícula de todos os seres
Porque todos me levam a um único destino
O destino que é somente amar...

A SOLIDÃO ENSINA




A solidão me ensina
Todos os dias
A controlar a ansiedade
Monitorar a esperança
Atrair a fé
Constatar a persistência
Não desistir da inocência
Criar a caminhos
Achar atalhos e
Finalmente
Viver em paz
Sentir o vento no rosto
O Sol repousar na pele
O frescor da água do mar
A maciez da areia
A beleza da natureza
O anoitecer no por do Sol
O amanhecer com o canto dos pássaros
A calmaria do veleiro
O sorriso da criança
Sentir, tocar e ouvir
A vida ...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

TUNIQUINHO



Bem...

Sinto saudades de você, doce menino...
Me lembro quando você veio até mim, quando agarrou-se pedindo ajuda.
Cuidei de você e sei que fiz o melhor.
Pena que vc se foi, Tuniquinho.
Mas a tua coragem e audácia nunca vai sair da minha lembrança.
Com certeza, você manda beijinhos pra mamãe ainda, mas agora pra Mamãe do Céu...

REFLETINDO...

O silêncio invade o tempo
Torna tudo tão claro
Mostra a lembrança desnuda
Cruel foi, sem amparo

Revela o massacre feito
O abandono crucial
Marcas que ficaram, cicatrizes
Sem atitudes no final

Porém respiro novamente
Profunda e exclusivamente
Pro sangue correr forte
E sentir a força somente

Força pra não regredir
Força pra não cair
Força pra não pensar
Força pra não chorar

Sonhos...por que não tê-los
Mas, se tê-los como realiza-los?
Apenas o tempo responderá
Espero poder alcança-los...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009




Desejo...
Rosana Carneiro

Desejo que o Sol
Amanhã banhe sua pele
Desejo que o ar
Restaure suas forças
Desejo que a água
Limpe a tua vida
Desejo que sua alma
Vibre como a minha
Ao contemplar
As belezas divinas
Desejo que você
Continue assim
Meigo, forte, doce
Desejo...
E todos os outros desejos
Que eu possa rabiscar pra vc
Se realizem apenas
Quais vc desejar...
Eu só não desejo
Deixar de te amar...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

MERO ENGANO




Mero engano

Somente ficou o som
Som das notas nas teclas
Ora brancas, ora pretas
Suntuosos acordes que despertam
Na alma triste
A pura desesperança
De ter perdido a confiança
De não conseguir se expressar
De não se fazer amar

ESCORREGANDO PELO ARCO - ÍRIS

ESCORREGANDO PELO ARCO-ÍRIS


Não se comparam os sonhos azuis
Acudindo vontades e pensamentos
Os pedidos às estrelas cadentes
Que riscam o imenso firmamento

Nos meus sonhos encontro
Elefantes cor de rosa
Flutuando entre corações
Numa bolha preguiçosa

Sonhos de amor e desejos
De carícias e arrepios
Tornam a noite mais bonita
Preenchendo todo vazio


Surgem neste sonho
Flores e encantamentos
Unicórnios e cavalos alados
Trazidos pelo vento

Desejos e sonhos coloridos
Tornam a menina em mulher
Abrindo o temeroso coração
Amando o quanto puder

A DOR DA ALMA

Foi num dia claro sem nuvens que eu te vi pela primeira vez.
Era dia de primavera e as cores estavam tão puras e cheias de vida.
O sol ardia, fazendo germinar todos os desejos do meu coração;
A semente de amor que eu plantei estava cada vez mais apta a arrebentar a casca e...por fim abrir-se para enfrentar um novo mundo.
As raízes começaram a fixar no meu coração, uma a uma, sugando toda a energia que precisava pra se tornar forte e frondosa, como um lindo jequitibá rei, cheio e força e plenitude, acolhendo todos os sentimentos bons que pudessem rodear o meu coração.
Você crescia ali, protegido e amado.
Era o amor mais lindo e desejado que alguém pudesse querer.
Você fez promessas de frutos suculentos, com nobre colheita.
E eu, embarquei nesta plantação de sonhos e arava todos os dias, retirava as ervas daninhas e até conseguia afastar os insetos que poderiam corromper a fortaleza das raízes deste amor.
Você cresceu, fortaleceu e...preencheu todo o meu coração com teu doce sentimento.
O tempo passou.
Você se tornava cada vez mais importante pro meu peito, porque já estava enraizado no meu coração, sendo impossível retirá-lo sem levar meu coração contigo.
Certa manhã de verão, quando as borboletas anunciavam uma nova jornada, observei que faltava alguns frutos...
Na outra manhã, o mesmo aconteceu.
Como nosso relacionamento sempre foi sincero e aberto, sem rodeios perguntei sobre os frutos que só a mim pertenciam.
Tua resposta soou como machado no caule.
Rachou totalmente ao meio o meu coração e assim, queimou totalmente com o ácido da arrogância e fez com que esse amor se tornasse a mais triste dor da alma.
Depois disso, os frutos continuam lá, mas nunca mais eu soube do seu doce sabor.
A culpa desta dor é somente minha, porque confiei numa árvore que dava frutos saborosos, mas que poderiam deixar um triste gosto amargo em minha boca e em meu coração.

FORTALEÇO-ME EM VOCÊ


Seu modo de viver é intenso
Veleiro sem âncora
Com o vento tocando minhas velas
O mar acariciando meu casco
A espuma borbulhando,
As ondas indo e vindo
O sol, aquecendo minha pele como um beijo e um abraço
Observe o pássaro
Seja você, ele
Olhe pelos olhos dele
Sinta teu coração batendo como o dele
Momento de luz alinhando com a natureza,
Obrigada, anjo, pois com você eu me abro
Dispo-me, isto é, faço streep tease de sentimentos
Eu me fortaleço com você....

BOM DIA


Bom dia, Sol

Senti tua presença com tua luz
Teu calor invadiu a Terra
A primavera se fez presente
A sinfonia dos alados começou
A brisa escorregou por entre as flores
O orvalho pairou sobre as árvores
A lua parou para observar a beleza
Foi assim, de manhã
Ver total realeza:
Você, SOL...

O OUTRO PLANETA




A vida tem sido difícil e caminhar por estes lados está complicado...
É difícil conviver com seres de outros planetas, ainda mais quando não se fala a mesma língua e também não se consegue entender as coisas que se passam no pensamento dos outros.
Sentimos-nos sozinhos cercados por extraterrestres... Sem a chance mínima de recuar porque o pacto foi feito e assim sendo, os riscos foram assumidos...
O sol brilha todos os dias e me faz sentir o calor da sua essência e isso faz com que eu siga sem medo do futuro que provavelmente estará cheio de surpresas.
O amor vive aqui, neste lado. Não deixarei que ele morra junto com minha esperança de um dia alcançar o espaço sideral e pairar entre as nuvens e sentir a emoção de ter por perto o calor do Sol...
Palavras ecoam e fazem o pensamento mergulhar e flutuar por entre os cometas e estrelas cadentes, fazendo da reflexão uma festa com fogos de artifícios... Ecoar...fazer repetidas vezes, o som procurar espaço pra se fazer entender...Aqui também sentindo a emoção de viver como se sangrasse o coração...

A BELEZA DA NOITE





A lua apontou no céu
Despertando a sua atenção
Ela estava cheia , gigante
Como o coração do amante
Que a olha exuberante
Sem medo de confessar
Que o amor que tem no peito
É doce, macio e singelo
Como a pétala do flor ao entardecer
Com perfume de camélia
Com a beleza da azaléia
E o sol se pondo num encontro
Suntuoso com a lua chegando
Feliz por estar perto do amor
Amor encantado dos sonhos
Sonhos do poeta apaixonado
Que olha as estrelas no céu
E as pinta no papel
Em forma de versos e rimas
Colorindo cada estrela
Com pérolas que brotam no coração

EU TE VI E FUGI...

Eu cheguei meio apressada
Ressabiada...
Ofegante
Meio sem graça
Meu olhar encontrou o teu
Corei
Desviei
Mas ali senti
Dor da solidão
Coração sentindo vontade
Mãos estendidas
Alma disposta
Um pacote na tua mão
Então eu fugi
Corri
Medo senti
Medo da reprovação
Mas a tua imagem
Continua aqui
Teus olhos
Ainda me fitam
O teu calor aqui ficou
Até o dia
Que novamente der certo...
Não vou esquecer teu olhar...
N U N C A ...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Hoje, um dia especial...




Hoje...um dia comum pra muitos
Um dia sem importância pra outros
E pra mim, o dia mais importante
Sinto que ontem foi o passado
Que o hoje eu estou vivendo, aprendendo
respirando, ouvindo, atuando
O amanhã a Deus pertence
Então, hoje é o dia mais importante
Hoje é dia do meu aniversário.
Parabéns pra mim...

domingo, 27 de setembro de 2009

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

NO CAMINHO DA VIDA




No caminho da vida...
Rosana Carneiro

O território desconhecido
Torna a trajetória vibrante
Penhascos, rios, montes
Caminhada obscura estonteante
Caminhos com flores
Cheiros e cores
Pedras, gramas e terra
Sol, calor, odores
Chuva, frio, amores
Olhe para trás
Caminha sempre, não pare
Se tropeçar, pule
Se cair, levante
Se machucar, cure
Se chorar, respire
Se apontar solidão
Chama-me
Eu seguro a tua mão...

PRIMAVERA




PRIMAVERA
ROSANA CARNEIRO

Grita o guardião da manhã
No lampejo da aurora
Por tanta luz e brilho
Saudando a nascente gloriosa

Tamanha é a beleza
Que a orquestra apronta
Pardais, bem-te-vis e anus
Enfileiram-se em harmonia
Para embelezar um novo dia

Borboletas de cores variadas
Passeiam pelas flores do meu jardim
Colorindo minha vida entediada
Beijando as flores sem fim

Coração alegre e saltitante
Abre-se como flor neste dia
Sorri ao recordar que ontem
Ele era triste e sofria

Hoje ele todo sorridente
Com acordes dos cantos dos pássaros
Felicitando a nova estação
Recebe a primavera num abraço...

EU MESMA SEGUREI MINHA MÃO...




Certa vez me senti muito só
Triste, abandonada
Então juntei minhas mãos
Pra me sentir segura
Adormeci pedindo a Deus
Que me desse aquilo que me faltava.

PRIMAVERA




Abre as pétalas lentamente
Da flor deste jardim
Caminha por esta estradinha
Direto ao canteiro florido
Rega com amor minha flor
Afaga as suas pétalas
E a faça sentir-se linda
Como início da primavera...

PALAVRAS AO VENTO




PALAVRAS AO VENTO
ROSANA CARNEIRO

Catavento envolvido pelo vento
Roda como pensamentos
Como palavras jogadas ao vento
Que são levadas pela força
Das memórias do tempo
Palavras que rodopiam sempre
Sem parar, correm apressadas
Levam vontades, angustias e amores
Pra longe de todas as moradas
Como sedento de palavras
Vistam-se, desnudos corpos
Cubram-se de tons e cores
Escondem a vergonha dos amores
Entreguem-se, corpos nus
Às palavras jogadas ao vento
Que nada mais significa
Um pedido de carinho, um lamento
Sonhos de amores perfeitos
De delírios, sorrisos e arrepios
Vistam-se, corpos embriagados de amor
Despede-se de quem partiu
Não lamente as palavras ao vento
Pois elas foram lançadas
Duvido que em algum momento
Não tocaram a alma apaixonada.

A MAGIA DO AMOR




A magia do amor
ROSANA CARNEIRO

Muita gente perde a luz na vida por não ter mais o sentimento que faz com que a alma se vista de sol e brilhe fazendo com que todos que a rodeiam possam sentir o brilho e o calor da sua alma.
Pessoas acordam sem força, sem destino, sem o que pensar.
Se pensam, acabam negativando o próprio caminho, pensando que aquele trabalho não dará certo, que aquele cliente será muito exigente, que o trânsito o deixa tenso, que as contas vão vencer ou que nada vale a pena.
Sabemos que sempre é assim.
O que não sabemos é porque aquele brilho em nossos olhos não estão mais ali.
Mas eu lhes digo:
- É falta de amor...
Amor é a chama que queima com frequência dentro do peito das pessoas e que lhes causa bem estar.
O amor é aquele contentamento que leva a gente a cantarolar ao se banhar logo cedo.
É aquele que te faz sorrir com as maluquices do trânsito, o amor é aquele que faz com que tudo seja cordial.
É aquele que te faz sorrir na segunda-feira chuvosa.
É aquele que te faz sonhar acordado e perceber que existem pássaros ainda, que existem flores.
O amor é aquele que te faz sentir desejo...desejo de viver, de progredir, de estar bem.
O amor aproxima as pessoas que estão com a mesma sintonia e então tudo na vida vira festa.
Não quer dizer que você vai deixar a tua família, tua casa e trair a confiança das pessoas.
Não é isso.
Apenas você vai ter um motivo a mais para viver.
Você tem que amar...se apaixonar por algo ou alguém.
Você vai ter um final de noite maravilhoso, porque vai ter com o que ou quem sonhar.
Vai ter um amanhecer lindo, porque vai estar disposto a enfrentar todas as dificuldades que por ventura virão.
Amar é apaixonar-se por algo ou alguém que te dá a chance de acender a alma sedenta de luz.
Isto é amar.
Ter um motivo a mais para viver...
Isto é amor, a mágica divina da vida perfeita.
Ame...
Receita fácil pra ser feliz...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

O BEIJO DE NÓS DOIS




Nas noites mal dormidas
Os sonhos invadem meu quarto
Segredos são revelados
Como se fossem em um parto

A dor do mistério
Rompendo as entranhas
Mostram nos sonhos
A vontade tamanha

Seus passos no corredor
Chegando de mansinho
Entrando no meu quarto
Bem devagarzinho

Sem perguntar
Levanta as cobertas
Encosta-se ao meu corpo
Põe-me de pernas abertas

Deita-se sobre meu ventre
Acaricia com lábios o meu corpo
Escorregando, macio e devagar
Segurando firme meu dorso

Boca molhada nos ombros
Beijando um seio e o outro
Leva-me ao delírio
Pedindo tudo de novo


Ao escorregar ainda mais
Encontra a morada da flor
Que se abre instantânea
Para ser beijada com amor

É incomparável sentimento
Que em meu corpo percorre
Todo sereno e sedento
Aguarda sua boca e dorme

Sonha em rever-te
Numa outra situação
Que não seja em sonho
Mas na vida em ação...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009




PARTI...

Pensei que
Todo homem fosse assim
Da beleza até a realeza

Mero engano

Somente ficou o som
Som das notas nas teclas
Ora brancas, ora pretas
Suntuosos acordes que despertam
Na alma triste
A pura desesperança
De ter perdido a confiança
De não conseguir se expressar
De não se fazer amar

Perdi...
Perdi tudo...
Agora vou...
Deixo-te e não volto
Me revolto
Parto
Saio
Desapareço
Choro...
Saio e não volto

No caminho
Arrependimentos
Tropeços
Tombos
Sangue
Lágrimas

Lá na frente
Luz
Raios do sol
Caminho livre
Flores
Céu azul
Pés descalços
Mãos entrelaçadas
Esperança renovada

O amor está ali
Sorrindo para mim

quinta-feira, 10 de setembro de 2009




















Muitas vezes sonhamos em nos aproximar de alguém que não é tão amigo como desejamos e assim, os poemas fazem este sonho realizar.
Por isso é lindo ser poeta, por isso é lindo desejar o amor seja lá de quem for.






Saudades





Criança que nasce no berço do desencontro
Cresce nas asas da ausência
Corre por entre os campos da solidão
A boca balbucia palavras de amor
As mãos procuram a segurança
Os pés caminham por entre pedras
Tropeçam na escura noite sem lua
Os olhos procuram
Não acham
A criança cresce
E segura na mão da esperança
Na certeza que ela trará
Caminhos que encontrará
Os sonhos de infinito desejo
O amor que tanto faz falta...

OBS...Este poema foi feito em 19/08/2008



AMEI VOCÊ


Queria eu poder alcançar
Lá no céu, as estrelas
Fazê-las a te encontrar
Iluminando a tua beleza
Queria eu, poder alcançar
A cauda de um cometa
Saltitar entre as nuvens
Visitar outro planeta
Queria eu, poder alcançar
Tua boca, devagarzinho
Fazê-la escorregar
Por entre os meus dedinhos
Queria eu, poder alcançar
E atingir o teu coração
Fazê-lo todo arrepiar
Com beijos de emoção
Eu desejei e consegui
Te amar mesmo, de verdade
E gravar este momento
No céu da eternidade
Amei estar com você...

PoderRosa, o poder da Mulher...

OBS: este poema foi feito em 24/09/2008

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

GOTAS DE LAMENTO




GOTAS DE LAMENTO
Rosana Carneiro


A tristeza, o lamento, tudo foi tormento
A alegria reinou um dia e me felicitou
Não compreendi os sinais mandados pelo tempo

A história se iniciou cedo e não teve hora
Para preparo da estrada turbulenta
Na correria ficaram pra trás muitos planos

Os sinais do tempo não forma suficientes
E o arrependimento apontou como flecha
Mordeu a carne, penetrou e arrancou

Gotas de amor em forma de sangue
Gotas de lamento em forma de lágrima
Gotas de dor em forma de gemido

Foi assim que se terminou o tempo
Sem espaço pra voltar
Sem arestas para aparar

Apenas o lamento de não recomeçar...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O TEMPO - POETA D'ALMA


O TEMPO - sempre foi senhor de mim, com ele nasci, fui criança brinquei..... sem maldade alguma, depois na adolecência..... fui rebelde como todos, então me tornei home..... fui feliz e sou......o senhor tempo fez de mim um homem... na qual conheci o AMOR, ai sim me tornei alguém especial, pois quando amei, voltei no tempo a reviver todos os momentos, nossa como sou feliz.... por ter vivido tudo o que vivi até agora, hoje posso dizer sou mais feliz pois tenho uma amiga como vc...

Autoria: POETA D'ALMA

terça-feira, 1 de setembro de 2009

EU SINTO SIM...





















Eu sinto sim...
Sinto uma força estranha que banha minh´alma e me faz entorpecer...
Sinto o vento morno a balançar os meus cabelos e acariciar o meu rosto...
Sinto...
Sinto a água morna do mar a lavar meus pés e a areia fofa a massagear ...
Sinto...
Sinto a presença do amor rodeado pela paz que as gaivotas mostram plainando no céu, me fazendo lembrar de cada doce palavra que você pronuncia ao meu ouvido...
Sinto...
Sinto a tua doce presença nos meus sonhos, banindo qualquer sentimento que não seja o de real felicidade...
Agora que sinto isso tudo, me entrego ao calor dos teus braços e adormeço segura e feliz...

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

SANGRANDO...

SANGRANDO

A graça em viver
Está nos passos que damos
Nos caminhos que andamos
Nos sonhos que desejamos
Nos mares que mergulhamos
Quando há tristeza
É porque sentimos
A dor na alma
Sem os sonhos realizar
Sem passos seguir
Sem caminhos percorrer
Sem a lua pra ver
Sem sol pra nos aquecer
Sem amor pra nos preencher
De todas as maneiras
O sangue ferve em nossas veias...



video

terça-feira, 18 de agosto de 2009

ATITUDE






Bem, mais uma vez filosofando...
Crer que a vida nos proporciona ensinamentos para o futuro é algo verdadeiro.
Aos 47 anos ainda aprendendo...
Já vivi tantas emoções que...pensei que dá próxima vez iria ser diferente...
Que nada...é sempre igual...
O conhecimento anterior apenas te prepara para a próxima vez em que vai sentir que continua tudo igual...nada muda...
Estou falando de expectativas...de esperança, de sentimento, de atitudes...
Como?
É simples...
Apenas acho que tudo está sempre igual, mesmo que eu queira que mude.
Me esqueço que para mudar eu preciso ter outras atitudes, assim vou ter outra consequência, compreende?
Se a mesmice me corrói a alma, então a solução é dar cara nova ao que sinto e ao que penso, assim as atitudes também ganharão força e eu vou achar tudo novo e diferente.
Sendo assim, levanto, sacudo a poeira e dou a volta por cima na vida monótona que tanto reclamo em levar.
É simples...não é?
Vamos lá então...Mesmice? cadê você???

sábado, 8 de agosto de 2009




Oito ou oitenta?

O que está errado em ser oito ou oitenta?
Só sei que eu prefiro escolher o lado, não ficar em cima do muro.
Prefiro o quente ou o frio, porque o morno não me basta.
Por que criar polêmica no mais ou menos?
Posso ter a opção da escolha.
Não gosto de nada sem graça...
Não é lindo o dia? Com o Sol raiando? Preenchendo as cores da natureza com luz?
Não é linda a noite, com a Lua e as estrelas, radiando magia e sedução?
É magnífico viver e experimentar os sabores do doce ou do salgado, do claro e do escuro, do azedo ou do amargo, do quente ou do frio, do alto ou do baixo.
Essa coisa de mais ou menos não é pra mim, por isso assumo, SOU OITO OU OITENTA...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

video


Outro dia, pensava em você, na gente que é exatamente isso que eu acho que é a forma correta... De duas pessoas talvez...
PENSAREM em pensar em ter algo juntos, porque você vai conhecendo a pessoa por um lado diferente, o de dentro e vai pegando amor sim e vai tomando conta, tendo um espaço, que em principio não tinha, dentro da gente.
Não é uma paixão
Um gosto
Um desejo
É algo muito mais, mais
Só falei...
Terminou o assunto
pensando
digerindo as palavras com pé no chão
você é assim...
conhecendo o que eu conheço
está meio esquisito
apesar
de ter colocado PENSAR
e foi por momentos, uma hora qualquer ai,
de reflexão
de desprendimento
não é propriamente um desejo, uma vontade:
reflexão
filosoficamente
você tem um grande cuidado comigo
e sempre deixou claro que...você pertence ao mundo
nunca me sentiria mais preso ..
verdade
Acreditando que somos feitos para o mundo, acho que pensar em alguém com carinho, mais que desejo e paixão.......nada mais é que amor supremo...sem rodeios e sem amarras...amor sem algemas ou alianças...apenas grudados pelo fio que o próprio amor os une
assim sendo acho que pensar em mim com o sentimento mais que desejo e mais que paixão é a melhor coisa que já ouvi, isto é...que já li....você é romântico ou está romântico
sim
não é que sou.nem que estou
to comentando de fato uma reflexão
como as coisas, dessa forma aqui, pegam vulto
aqui que digo,é lentamente,
tateando
trocando
discutindo
real ou virtual
Anjo.........
eu compreendo a tua reflexão e.........concordo com você
acho que o sentimento que me liga em você é mais que desejo e paixão....é algo superior porque com você eu posso .......posso me expressar da minha maneira.......não preciso medir palavras ou pensamentos......não preciso pensar pra falar......isto é........minhas palavras são sinceras.,........não minto nem omito
até agora
e se um dia eu o fizer........é porque eu não confio
e se não confiar
o laço se desprende
o nó se desfaz
e aquilo que era belo......se torna .......só passado nada mais e
mesmo que eu.......me magoe com alguma atitude sua........eu confio tanto que.......tenho até coragem de dizer o motivo e o porque...sendo que com outras pessoas isso não ocorre......na verdade eu acho que esse amor que sinto por ti nada mais é do que a verdadeira amizade........aquela que se une com laços de amor sem ''.....controle.....''
sem amarrar sem cobrar, mas se haver cobrança as coisas se ajeitam....porque ficar amigo é estar junto é partilhar certo?
eu sei o quanto você avalia o preço de ser incorreto:sei que posso dizer isso a você...eu amo você.......não pela sua aparência não pela sua posição social...que nem sei onde se enquadra...
não pela cor dos seus cabelos
nem pelo tipo físico.....pelas belas pernas
nem pela voz gostosa que ouço as vezes e que me faz sonhar...........acordada........hum nada disso importa pra mim....
porque antes disso tudo eu amo a sua essência.......
e depois....de lambuja vem isso tudo........você sabe que eu amo

verdadeira amizade também pode ser ...
sei que se sente bem comigo
e isso conta
não importa.....o quanto.....e.....o tamanho disso
mas existe aqui...óh....está vendo.....peito aberto, coração pulsando pra você ver..........

quarta-feira, 22 de julho de 2009

video

A importância da amizade


Como é bom reencontrar as pessoas de quem gostamos demais...
A vida nos separa e nos aproxima, conforme a nossa necessidade.
A vida nos leva a fazer viagens que sozinhos, crescemos, mas acompanhados, renascemos em todas as manhãs, porque o suporte está loga ali.
O suporte é o amigo que sempre está disponível pra esticar os dedos e nos dar o apoio que precisamos.
Como é bom ter amigos...
Ofereço meu coração com todo o amor pra você, amigo que visita o meu blog...

segunda-feira, 13 de julho de 2009

A RESPOSTA VEIO

A SURPRESA...


Fazia tempo que eu não cuidava do meu jardim...
Não é bem um jardim e sim alguns vasos espalhados pelo quintal...
Os afazeres diários me fizeram esquecer novamente de regar as plantinhas que tanto dependiam de mim, até aquela gébara que já lhes falei.
São tantas coisas a pensar e pensar que não pensei na única coisa que realmente me dava prazer que era ver as flores se abrirem pra mim.
Não entendo o motivo pelo qual eu acabo me esquecendo das coisas que eu amo de verdade e fico perdendo meu tempo com coisinhas miúdas e sem importância.
Agora por exemplo, estou fazendo aquilo que gosto.
Estou escrevendo...
É delicioso você olhar para o tempo e ver que ele passou e você presenciou de perto a tua vida indo, mas indo com gosto...
E vontando ao meu ''jardim'' hoje me surpreendi novamente.
Sabendo que iria chover coloquei minha jardineira com hortelã na área descoberta, juntamente com o hibisco que era do casamento do Bruno e Cris, a violeta que ganhei do Bruno no dia das mães, e a violetinha que eu comprei outro dia no mercado.
Além destas também tenho um vaso com capim cidreira e algumas violetas que estão no coberto.
Mesmo sabendo que as primeiras estavam aguadas, resolvi lavar o quintal e observar de perto um por um.
Me surpreendi, porque a gébara estava com flor...Linda...crescendo e abrindo...
Ainda está pequena, amarelinha, mas está lá e com certeza vai ficar grande como a da primeira vez.
Me lembrei da vez que ela me deu uma lição e agora está me dando outra.
Vou aproveitar então só pra fazer as coisas que realmente me dão prazer e o resto, fica pra próxima vez...
Obrigada Deus por mais este presente...

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ser Corinthiano



Ser Corinthiano é um estado

de graça ,(e permanente),

porque somos como somos

uma nação, simplesmente,

nossa nação Corinthiana

que é algo tão mais à frente

que aquele cujo o destino

não quis dar esse presente

sofre por nao compreender

o que é esse, algo mais,

que nos faz tão diferentes.





Ser Corinthiano é um estado

dos seres mais avançados

que mistura o analfabeto

ao lado do mais letrado

negro , branco e amarelo,

de bota, tênis e chinelos

quando lotamos o estádio

pra formar a mesma massa

resumida em outra raça

dos seres aprimorados.





Algo mais que uma torcida

algo maior que paixão

algo tão forte na vida

até mais que uma nação,

algo um tanto sagrado

algo como a devoção

algo de vidas passadas

coisa já pré-destinado

dessa nossa religião!



JJ.Braga Neto 02/07/09

segunda-feira, 6 de julho de 2009


Nos outonos de minha vida, caminhos foram marcados por temperaturas ora quentes, ora frias.
Neste caminho, o vento frio derrubou as folhas secas da minha última florada.
O Sol não apareceu e o inverno triste chegou.
O coração não suportou tanto frio, que congelou todos os sentimentos.
A pele craquelou, os olhos perderam o brilho e os lábios emudeceram.
A esperança de sentir o calor do Sol não existia.
Os passos que marcaram o meu caminho foram apagados.
A pilha da desesperança foi se acumulando e as lágrimas de dor corroeram meu destino e purgaram gota a gota e fechou-se as comportas dos sentimentos.
Represaram-se no vazio do meu peito e ali aguardam a primavera pra poder sentir o encanto de uma nova estação.
Foi assim, mais um outono em minha vida.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

POETAS E AMANTES




Poetas e Amantes...
Rosana e Hildebrando de Menezes

Deusa da minha vida...
Teus maravilhosos versos
Não nego e logo confesso
Provocam-me lindos duetos

De amor total e completo
No aconchego que te quero
Jogar-te contra a parede

Ou numa esfrega de rede
Beijar-te doce e ofegante
Em atos cadenciados de amor

Nos passos magnetizados
Corpos lentos e entorpecidos
No frigir das nossas coxas

A trepidar paredes e tímpanos
Lábios e línguas entrelaçados
Seios salientes e pontiagudos

Sedentos de beijos molhados
Este é um breve ensaio dos atos
No teatral espetáculo de fatos

No palco, no tablado, no leito
A unir dois poetas e amantes
Perfeitos, completos, delirantes

Venha! Vou... E aqui te espero!

Mestre das palavras
Senhor dos meus sonhos
Anjo do amor delirante

Aquece minh’alma com doçura
Beija meu corpo sedento
Cubra-me com sua loucura

Arrepia minha pele
Leva-me ao delírio
Sepulta as tristezas
Acaba com meu martírio

Minhas mãos agarram os sonhos
Minha boca procura a tua
Nós, poetas e amantes
Eterna poesia triunfante...

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Luz do Sol, Luz do Amor...

Muitas vezes, me deito com a esperança de ter um dia seguinte melhor do que este que acabo de viver. O coração sente falta de alimento, o corpo sente frio. Os olhos teimam em lacrimejar e as mãos procuram onde segurar. É um sentimento de impotência que permanece dentro de mim e me faz pensar que nada está no lugar. Tudo está desarrumado. Mas, acordo e percebo que uma luz intensa penetra por entre as frestas da vida e me faz acreditar que é lá fora que está o que preciso: o calor do Sol. É com os raios dos seus olhos que percebo como é importante esta luz. Que este calor me dá energia e consegue animar meu corpo pra enfrentar mais um dia. É com esta presença que consigo me erguer e sentir a felicidade em acordar e despertar para um novo dia. É o mesmo que depois de uma tempestade, o céu se abre, refletindo na água do desânimo as cores do arco-íris que se forma no céu da minha vida e que o pote de ouro está sempre nos pés do prisma do amor. Sol, alimento dos meus sonhos e da minha real vida. Sol, amor em forma de astro rei.

TENTANDO ENTENDER


É impossível entender certas pessoas sem caráter.
Não falo de alguém que rouba, que mata.
Falo de pessoas que são sarcásticas e que adoram ver os outros sofrerem.
Essas mereciam ficar sem ação, sem poder se mexer, sem ao menos conseguir pronunciar palavras...
Pessoas sórdidas...

Meu sonho

http://www.youtube.com/watch?v=Dt7UNN-MJqE

sexta-feira, 29 de maio de 2009

A GÉBARA




Amante das plantas, comprei uma gébara para enfeitar o meu quintal quando meu filho se casou.
Ela era linda.Grande, alaranjada, miolo marrom e muito forte.
O casamento veio, a gébara ficou ali, no vaso, sendo cuidada com carinho e amor, regando-a dia sim, dia não.
O tempo passou e as tarefas diárias começaram a me distrair muito e eu não lembrei de regar alinda flor.
Ela morreu.
Fiquei triste e com um grande sentimento de culpa, pois aquela flor dependia de mim pra continuar viva.
Era como uma criança pequena que dependia dos cuidados da mãe ao nascer.
Infelizmente, retirei o vaso do local e coloquei num cantinho, perto de outros vasos.
Coisas aconteceram e nem notei que nem as folhas haviam mais no vaso.
Apenas a terra escura permaneceu ali.
Ao surgir o outono, verifiquei que as 3 orquídeas que eu havia esquecido no quintal estavam com botões.
Achei aquilo um presente de Deus.
Um sinal.
Eu precisava cuidar mais das minhas coisas.
Comecei então a regar todos os vasos, todos os dias.
As orquídeas coloquei papel bonito em volta pra enfeitar o local e os outros vasos começaram a reagir...
As 12 violetas sem flores, secas e feias começaram a brotar folhinhas verdinhas e tenras.
E a gébara?
Você não vai acreditar.
A gébara reagiu.
Surgiu um cabinho branco, parecendo um fungo e posteriormente verifiquei que era um brotinho.
As folhinhas foram surgindo e agora com 4 folhas.
Com certeza já foi uma vitória, mas ainda espero que floresça a mais linda gébara que já tive.
Um vaso esquecido num canto, regado com amor e carinho pode ser o caminho do encontro do amor.
Foi um sinal de Deus, mostrando que num tudo está perdido. Que podemos recomeçar a regar com amor as nossas vidas.
Recomeçar e amar para florescer...
Foi isso que a gébara me ensinou.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

RECEITA PARA DORMIR BEM...



Imagine a chuva..
torrencial...
trovões...relâmpagos...
Agora passe somente a escutar o barulho da água...
Caindo gota a gota...
Forte, porém ritmada...
Sinta cada pingo...
Feche os olhos e aproveite o momento...
Pronto...
Você vai dormir como um anjo...

Cansada de ser ignorada...




Não me conformo com tanta falta de critério.
Pessoas acham que os seres que convivem com elas são descartáveis.
Pessoas acham que os seres humanos não tem sentimentos.
Nunca mais vou confiar integralmente nas pessoas.
Estou cansada de ser ludibriada sem dó.
Cansei...

domingo, 24 de maio de 2009

QUEM GARANTE?




Quem garante?
Luis Antonio



Sua clareza demonstra pureza.

Com leveza flutua suave.

Nem a correnteza arrasta com destreza.



Deve ser limpa, transparente.

Alva de pura beleza.

Representante iluminada, uma estrela!



De caminhar discreto, sem rugir.

Sua presença sempre sutil...

Como sombra de um corpo viril.



Caminha entre multidões,

Despercebida, porém presente.

Envaidecida com sua guarida.



Sem forma... Imagino esguia!

Tem início, meio e fim... Imagino que sejas assim!

Perfume? Talvez um leve aroma de jasmim...



Mas quem é que garante,

Que Almas são assim?





Luis 19/02/2009

REALIDADE




Realidade
Luis Antonio

Dizem que "Sonho que se sonha junto, é realidade"!
Reconheço nessa frase, a mais pura verdade.

Nossos sonhos tão humildes, de causas singelas,
Viajam muito longe, e sempre chegam em paralelas.

Prolifera na quietude, de nossas mentes ruidosas...
Eu aqui, tu aí... corações batendo sinfonicamente.
Distantes, eu sei, mas em perfeita sintonia.

Nos mantemos assim, agitados no afã,
Do querer aproximar, somar os pensamentos,
Em sonhos siameses de cabeças encontradas...

Por hora, um vazio...

O tempo trará a resposta que tanto desejo obter,
E com isso, poderemos juntar novamente,
Nossos sonhos, em uma só realidade!


Beijos meus ao encontro dos teus!

MEUS MOSQUETEIROS




Meus mosqueteiros!
Luis Antonio

Palavras escritas pelas pontas dos dedos.
Dez são eles, irmãos gêmeos de nascimento.
Tocadores de teclas que rangem no silêncio da noite.
São os meus companheiros, dez mosqueteiros.
Guardam fielmente meus insanos segredos.

Na calada da madrugada recebem as ordens do Eu,
Mestre de mente solene, despojando idéias fatais.
E lá vão eles, escravos fiéis de impulsos tantas vezes mortais,
Deslizando suavemente por teclas quase dormentes,
Transmitem batidas de um coração latente.

Os olhos cerrados, cansados, fitam o alvo que brilha em frente,
Ficam na espera e com cautela, examinam os traços deixados na tela.
O pensamento vai longe, busca fatores inexplorados,
Em questão de segundos um grito soa no silêcio pensante... "heureca"...
E desse fértil solo de pouco adubo, brota mais uma semente.

E o ciclo se completa, mais uma vez em segredos,
De Palavras escritas pelas pontas dos dedos.
Dez são eles, irmãos gêmeos de nascimento.
Tocadores de teclas que rangem no silêncio da noite.
São os meus companheiros, dez mosqueteiros.

sexta-feira, 22 de maio de 2009


Bela poesia, como de praxe! rss**
Luis, o menino sapeca

Também sinto saudades,
Dos encontros virtuais...
Da companhia amiga e fiel...
Das tardes lidas e escritas...
Frases feitas à sombra de um coração,
Margeadas pela necessidade da alma.
Hoje reapareço e deixo um sinal de alegria.
Estarei sempre aqui, corpo e alma presente.
Prometo responder às tuas chamadas,
Querida amga Rosana,
Fessorinha das minhas aulas vagas.

Beijos com carinho amigo!

Saudade do Lu




Tamanha é minha saudade
Que arde no peito e fere
Lança chamas, percorre
Abrindo clareiras nos sentimentos...
É saudade do Luis Antonio
Que sempre cuidou dos meus ferimentos...

Saudade,Lu....